Imagem capa - Como fazer o valuation de uma early-stage por Camila Farani
InvestimentoEmpreendedorismo

Como fazer o valuation de uma early-stage


Se você começou a empreender agora, provavelmente já ouviu falar de Valuation. Criar uma startup não é um trabalho fácil. Dentre os diversos desafios, captar investimentos talvez seja o maior deles.


Nesse sentido, uma estratégia utilizada para atrair investidores é calcular o valuation da sua startup. Ou seja, quanto vale a sua empresa? Qual potencial de lucro o seu negócio oferece?


No entanto, esse cálculo é muito mais do que uma ciência exata. Afinal, um valuation é uma combinação de diferentes elementos que juntos sugerem um valor. 


Portanto, o principal objetivo desse cálculo é chegar ao valor que o investidor vai pagar para ter ações da sua startup. Se você quer saber quais os principais valores para calcular um valuation, recomendo fortemente que você leia esse artigo até o final, porque vou te explicar o passo a passo!


Quais os principais fatores ao calcular um valuation?


Similares de mercado / competidores  - Avaliar o mercado em que a empresa está inserida é muito importante, principalmente para realizar o cálculo. Isso porque,  se você está em um mercado altamente aquecido, vão existir similares para quase tudo. Sendo assim, investidores podem olhar a tração, os números e projetar o quanto a startup pode crescer e o quanto outras cresceram no mesmo período.


Capital Humano -  O ponto mais importante do valuation. Quem está por trás da ideia vale mais do que a ideia em si. Após muitas apresentações de pitch percebi que o perfil do empreendedor, os seus valores e os da sua equipe, são um ponto importantíssimo a ser analisado. Além desse perfil, é comum que os investidores analisem as seguintes características: 


  • Experiência no mercado
  • Formação educacional
  • Relação entre os fundadores
  • Equipe técnica
  • Humildade e pé no chão
  • Pensamento grande
  • Fluência em inglês


Mercado  - É comum que as pessoas realizem apenas pesquisas superficiais sobre o tamanho e o potencial do mercado em que a empresa está inserida. No entanto, essa é uma parte essencial para situar o investidor do lugar onde ele está entrando. Se você está inserido em um mercado com excelentes oportunidades e está super em alta, onde os clientes estão dispostos a gastar frequentemente, com certeza será um diferencial. Portanto, esse é um fator muito importante para avaliar o potencial do negócio, e automaticamente impacta no seu valuation. 


Tração  - Em alguns casos, esse é um pré-requisito para investimento. Quando não existe o mínimo de tração, o investimento não é interessante para as duas partes, já que é uma transação arriscada para o investidor, e a empresa fica bem mais barata. Quando se tem muita promessa e pouca ação, também é um sinal de alerta, boas ideias sem execução, são apenas ideias. 


Rounds  - Tenha em mente que os investidores vão te ofertar o menor valor possível, para ver o quanto de progresso você consegue com esse dinheiro. Uma early-stage acha muito dinheiro R$1 milhão de investimento, mas vai descobrir rapidamente que com um burnrate de R$100 mil, dá pra viver menos de um ano.


Urgência  - Quanto maior a necessidade e a urgência do investimento, o valor de mercado fica menor. Por isso, vá atrás de investimentos antes de precisar realmente, assim o seu valuation vai será mais alto.


Smart Money e Dumb money  - Primeiramente, vamos às definições: Smart Money é quando um investidor vai além do dinheiro, ele atua com mentorias, divulgação e parcerias. Já o dumb money é apenas dinheiro, um investimento apenas financeiro, com interesse exclusivamente os resultados. Assim, o nome de quem investe também é muito importante, aumentando o valuation da empresa.


Contrato  - Uma dica de ouro que eu dou é: cláusula anti diluição. Isso quer dizer o seguinte, se alguém compra 30% da sua empresa quando ela valia R$1m e colocou essa cláusula, significa que ela vai ter 30% do seu projeto durante todas as próximas rodadas de investimento. O retorno do capital pode ser de 10, 15, ou 20x mas depende de rounds de investimento. Investidores buscam segurança, mas há outros mecanismos de proteção. 


Espero fortemente que essas dicas possam te ajudar, afinal muito além de cálculos é preciso entender o contexto e as variáveis por trás do Valuation.